This content is not available in your region

Morreu um dos "Dráculas" mais carismáticos de sempre

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Morreu um dos "Dráculas" mais carismáticos de sempre

Dizia que hoje em existiam muitos vampiros no mundo, mas que devíamos pensar apenas nos do negócio do cinema. O ator britânico Christopher Lee, um dos mais carismáticos Dráculas de todos os tempos, morreu num hospital de Londres no domingo, após complicações cardiorrespiratórias.

O óbito esteve envolto em segredo. Apenas esta quinta-feira se soube, depois de um jornal britânico ter publicado a notícia. A mulher, Lady Lee, teria decidido informar primeiro os familiares, antes de tornar público. Mesmo depois de já se saber, não quis comentar.

Christopher Lee entrou em filmes de grande sucesso e tinha sempre papéis de destaque, geralmente, associados ao mal.

Entre as interpretações, para além dos papéis nos filmes sobre o Drácula e vampiros, destacam-se as de Scaramanga, no Homem da Pistola Dourada de James Bond, do Conde Doku, na Guerra das Estrelas, ou de Sauruman, na trilogia Senhor dos Anéis.

Lee tinha 93 anos.