A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Charleston: Descoberto manifesto racista escrito por Dylann Roof

Charleston: Descoberto manifesto racista escrito por Dylann Roof
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Num site da internet registado desde fevereiro no nome de Dylann Roof, um manifesto escrito pelo homicida explica o seu ódio pelos afro-americanos e a escolha de uma igreja metodista em Charleston como alvo.

A descoberta do site “lastrhodesian.com” foi revelada sábado pelo jornal “Telegraph” e confirma a suspeita que a ação de Roof – o assassinato de nove pessoas negras – teria sido planeada com antecedência.

Também no sábado, em várias cidades da Carolina do Sul, incluindo Colúmbia, a capital do Estado, foram organizadas várias manifestações contra a bandeira da confederação considerada por muitos com um símbolo do Sul racista.

Em Charleston centenas de pessoas reuniram-se junto do memorial em frente à igreja da mais antiga congregação afro-americana do sul dos Estados Unidos para prestarem homenagem às vitimas do ato racista de Dylann Roof.