Fórmula 1 pode mudar de mãos

Fórmula 1 pode mudar de mãos
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nos últimos tempos têm-se multiplicado as vozes que exigem mudanças na Fórmula 1. Essas mudanças podem acontecer precisamente no topo da pirâmide e o

PUBLICIDADE

Nos últimos tempos têm-se multiplicado as vozes que exigem mudanças na Fórmula 1. Essas mudanças podem acontecer precisamente no topo da pirâmide e o homem responsável dá pelo nome de Stephen Ross.

O norte-americano, proprietário dos Miami Dolphins desde 2008, estuda a possibilidade de fazer uma proposta superior a sete mil milhões de euros por 35,5% da CVC Capital Partners, empresa que explora atualmente os direitos da competição rainha do desporto automóvel.

Stephen Ross conta com o apoio da Qatar Sports Investments, empresa proprietária do Paris Saint-Germain e que há muito procura colocar o nome do país no calendário do Grande Circo.

O homem forte da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, garante que de momento ainda não há nenhuma proposta em cima da mesa mas tudo indica que Ross formalize a sua intenção nas próximas semanas.

Mesmo que o negócio vá avante, Ecclestone, de 84 anos, deverá continuar ligado à Fórmula 1.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Aos 19 anos, Diogo Ribeiro torna-se bicampeão mundial em natação

Mundial de Judo 2023: Japão vence França e é ouro por equipas mistas

O regresso do rei: Teddy Riner é campeão mundial pela 11ª vez