EUA espiam parceiros europeus: porquê e como

EUA espiam parceiros europeus: porquê e como
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Três presidentes franceses foram espiados e escutados pelos serviços secretos norte-americanos. O Eliseu indigna-se, mas até a chanceler alemã sofreu

PUBLICIDADE

Três presidentes franceses foram espiados e escutados pelos serviços secretos norte-americanos. O Eliseu indigna-se, mas até a chanceler alemã sofreu o mesmo em 2012, reportagem da TVE.

“Nós não escutamos as conversas dos presidentes amigos”. Os Estados Unidos negam qualquer escuta ilegal.
A televisão russa ironiza: em termos de inteligência, os norte-americanos não fazem diferenças entre inimigos e aliados. Reportagem da RTR.

A televisão suíça TSR destaca: Antes de França, outros países foram alvo de escutas da NSA. Em 2013, alguns Estados denunciaram esta prática dos EUA. A Alemanha, em particular, que hoje mantem uma posição ambígua.

A NSA estende a rede mundial. Em nome da segurança nacional, implantou antenas em todo o mundo, mesmo no centro das grandes cidades, analisa a televisão francesa France 2

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque

Nova Iorque sacudida por terramoto de 4,8 na escala de Richter, o maior em mais de 40 anos

Israel vai abrir dois corredores de ajuda humanitária em Gaza após aviso dos EUA