Distúrbios interétnicos em Haia terminam com duas centenas de detenções

Distúrbios interétnicos em Haia terminam com duas centenas de detenções
De  João Peseiro Monteiro com AFP, Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma semana de manifestações e distúrbios na cidade holandesa de Haia terminou com duas centenas de detenções na noite de quinta para sexta-feira. Os

PUBLICIDADE

Uma semana de manifestações e distúrbios na cidade holandesa de Haia terminou com duas centenas de detenções na noite de quinta para sexta-feira. Os confrontos num bairro multiétnico da cidade começaram na segunda-feira na sequência da morte de um homem de 42 anos, originário de Aruba, nas Caraíbas. A vítima tinha sido detida na véspera, durante um festival de música. A polícia alega que o homem gritou estar na posse de uma arma.

Um vídeo na internet mostra uma intervenção musculada da parte de cinco agentes. O suspeito foi levado para a esquadra e no dia seguinte foi anunciado o óbito. A polícia suspendeu os agentes depois do resultado da autópsia mostrar que o detido morreu por falta de oxigénio. Apesar dos apelos à calma, centenas de jovens sairam às ruas nos últimos dias para afrontar as autoridades e provocar distúrbios.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Desmantelado o maior grupo de "ransomware" do mundo

Ministério Público recebe comunicação da PSP sobre protesto no Capitólio

A Costa Rica não quer ser um narcoestado e pediu ajuda à União Europeia