Última hora
This content is not available in your region

França: Jornalistas detidos por chantagem ao rei de Marrocos denunciam embuste

euronews_icons_loading
França: Jornalistas detidos por chantagem ao rei de Marrocos denunciam embuste
Tamanho do texto Aa Aa

Dois jornalistas franceses encontram-se em prisão preventiva desde quinta-feira, em Paris, suspeitos de tentativa de chantagem ao Rei de Marrocos.

Eric Laurent e Catherine Graciet são acusados de terem exigido três milhões de euros a Mohammed VI para não publicarem um livro com várias revelações sobre o monarca.

Os advogados do rei afirmam ter gravado uma conversa num hotel em Paris, durante um encontro em que os dois jornalistas teriam recebido um avanço de 40 mil euros.

Segundo os media franceses, Laurent e Graciet rejeitam as acusações e falam de uma cilada montada pelas autoridades marroquinas.

Os dois detidos são autores de outra obra sobre Mohamed VI, “O rei predador”, publicada em 2012 e proibida em território marroquino.

A justiça deverá decidir este sábado se retém as acusações contra os jornalistas.

O estranho episódio ocorre após a tensão entre Paris e Rabat, no ano passado, depois do chefe da contra-espionagem marroquina ter sido acusado de tortura nos tribunais franceses.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.