Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Egito tem taxis só para senhoras

Egito tem taxis só para senhoras
Tamanho do texto Aa Aa

“Só para senhoras!” é o que poderia estar escrito nos veículos ao serviço de uma companhia de táxis inovadora no Egito: a Pink Taxi. Estes carros cor-de-rosa são conduzidos por mulheres, vestidas a rigor com os tons da empresa, e são para uma clientela exclusivamente feminina.

“As ideias novas inspiram-se nas necessidades da sociedade e no Egito precisamos de um transporte seguro para as egípcias. Na verdade, para as egípcias e não só, para as mulheres árabes, para todas as mulheres” – afirma Reem Fawzy, diretora da Pink Taxi.

O assédio sexual é um problema grave no país. Em junho do ano passado o governo aprovou uma lei que sanciona os assediadores com penas mínimas de seis meses de prisão ou 3 mil libras egípcias.

As motoristas recebem uma formação específica para este trabalho. As candidatas têm de ter um diploma de estudos secundários e falar inglês ou outra língua além do árabe.

“É íntimo e seguro. A passageira não está ansiosa como estaria se estivesse com um homem, ou se apanhasse um táxi durante a noite. Ter uma mulher ao volante é tranquilizador para a cliente” – explica Mervat Al-Badry, motorista da Pink Taxi.

“É uma ideia inovadora que me agrada bastante. Sinto que as mulheres decidiram tomar o seu destino entre mãos. É claro que a sociedade egípcia vai sempre rejeitar as ideias novas e não vai compreender iniciativas como esta. Mas creio que se vai habituar e estou certa que o táxi cor-de-rosa vai vingar” – confia uma cliente.

Para evitar problemas as clientes têm de se inscrever na companhia e enviar uma cópia do bilhete de identidade para utilizar o serviço. Um pequeno passo burocrático para uma viagem cor-de-rosa.