A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Dinamarca levanta barreiras a refugiados que se dirigem para a Suécia

Dinamarca levanta barreiras a refugiados que se dirigem para a Suécia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de refugiados cruzam a Dinamarca, desde esta manhã, em direção à fronteira sueca, depois da polícia ter suspenso os controlos no país.

Desde ontem que mais de três mil pessoas entraram no território, de comboio, provenientes da Alemanha.

Apenas cerca de 600 pediram asilo às autoridades dinamarquesas.

Uma situação que levou o governo do país a autorizar a passagem dos refugiados.

Para o primeiro-ministro dinamarquês, Lars Loekke Rasmussen, “As pessoas que entraram na Dinamarca, fizeram-no sem ter sido registadas pelas autoridades dos países vizinhos. Não se trata de culpar as autoridades alemãs que estão também sob grande pressão. Mas digo a todos os que procuram asilo que a Dinamarca é um país seguro e um bom sítio para viver”.

Os comboios entre a Alemanha e a Dinamarca foram entretanto reatados esta manhã, depois das autoridades terem retido duas composições com centenas de refugiados na quarta-feira.

A maioria dos migrantes estão a ser transportados para a fronteira sueca por voluntários, em viaturas particulares.