EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

PM francês confirma ataques ao EI na Síria

PM francês confirma ataques ao EI na Síria
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O primeiro-ministro Manuel Valls confirmou que a França vai bombardear posições radicais na Síria.

PUBLICIDADE

O primeiro-ministro francês Manuel Valls garantiu no Parlamento: O país vai mesmo lançar ataques contra posições do grupo Estado Islâmico na Síria e não apenas fazer voos de reconhecimento.

O chefe do governo deu seguimento às palavras do presidente François Hollande e disse que a França iria ser autónoma nestes ataques, apesar de coordenada com a coligação internacional: “Escolhemos sozinhos as zonas que sobrevoamos. Temos uma autonomia de ação completa e o presidente da República repetiu-o ontem: Vão ser necessários ataques. Vamos escolher sozinhos os objetivos a ser atacados, mas está fora de questão que estes ataques ajudem a reforçar o regime de Bashar el-Assad”, disse Valls.

O primeiro-ministro detalhou quais os meios das Forças Armadas que vão ser empenhadas na campanha: doze caças-bombardeiros Rafale e caças Mirage 2000, um avião de patrulha Atlantique 2 e um reabastecedor C135. A França tem também estacionada no Mediterrâneo a fragata Montcalm, que continua a recolher informações sobre a Síria.

A operação, batizada Chammal, começou em setembro do ano passado, com ataques sobre posições dos extremistas no norte do Iraque.

. @manuelvalls rejette tout accord ou compromis avec Assad en #Syriehttp://t.co/Cisf6gm6rIpic.twitter.com/q4jaPJaaCp

— Le Figaro (@Le_Figaro) September 15, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Presidente da Câmara de Paris nada nas águas do rio Sena

Chama olímpica ilumina a parada militar do Dia da Bastilha em França

Legislativas antecipadas mergulham França na incerteza política sem primeiro-ministro no horizonte