A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Nepal avança com nova Constituição mas os protestos não páram

Nepal avança com nova Constituição mas os protestos não páram
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos sucederam-se, alguns violentos – houve mais de 40 mortos em confrontos -, mas a verdade é que a nova Constituição do Nepal entra em vigor já este domingo. Apesar da resistência de várias comunidades minoritárias, sobretudo do sul do país, a lei fundamental foi aprovada com caráter de urgência. Isto porque o apelo à unidade após o sismo em abril funcionou como alavanca para acelerar o acordo entre os principais partidos.

No parlamento, contaram-se 504 votos favoráveis num total de 598 mandatos. As críticas à Constituição prendem-se com o facto de dividir o país em sete regiões, sendo acusada de comprometer a representação comunitária na assembleia e ainda por contemplar a possibilidade de privilegiar os homens no direito de transmissão de nacionalidade aos filhos.

A comunidade hindu tem sido das mais ativas no combate à Constituição. Mas o governo, que em breve se vai dissolver, faz questão de salientar a natureza secular do texto.