Última hora
This content is not available in your region

AIE prevê abrandamento na procura de petróleo

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
AIE prevê abrandamento na procura de petróleo
Tamanho do texto Aa Aa

O excesso de oferta global de petróleo vai manter-se em 2016, em consequência de um abrandamento do crescimento da procura, informa a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla inglesa) no seu relatório mensal, publicado esta terça-feira.

A agência calcula que o aumento da procura recue de 1,8 milhões de barris diários, um máximo de cinco anos, para 1,2 milhões de barris, no próximo ano.

Segundo o relatório, apesar de estar a ser consumido mais petróleo e de o preço baixo estar a pressionar as petrolíferas a cortar na produção, em setembro, a “menor produção fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) foi compensada por um ligeiro aumento de petróleo” produzido pelos membros da OPEP.

De acordo com a agência, a OPEP foi responsável por 60% do crescimento de 1,8 milhões de barris diários na oferta de petróleo anual. A produção da OPEP aumentou em 90 mil barris diários, em setembro, para um total de 31,72 milhões de barris por dia.

O relatório mensal da OPEP, publicado na segunda-feira, informava que o aumento da produção foi liderado pelo Iraque, que anulou assim os efeitos da redução na oferta da Arábia Saudita.