This content is not available in your region

Algumas boas razões para se iniciar na programação informática

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Algumas boas razões para se iniciar na programação informática

Estamos a meio da Semana Europeia da Programação, uma iniciativa lançada pela Comissão Europeia para incentivar os europeus a aprenderem linguagem informática. Durante a semana vão realizar-se centenas de eventos por toda a Europa, e fora do Velho Continente, com o slogan: “A tecnologia está a moldar as nossas vidas mas estamos a deixar uma minoria decidir o que fazemos dela e como a utilizamos”.

A programação é assustadora para a grande maioria das pessoas. Mas devíamos começar a pensar em aprender esta linguagem.

1. Ninguém é velho de mais para aprender a programar, além de que há vários recursos disponíveis. Veja o caso de Laurie que se lançou nesta aventura aos 57 anos. E há mesmo quem argumente que é bom para a economia.

2. Qualquer um consegue escrever uma linha de programação, até Barack Obama. Em dezembro de 2014 Obama tornou-se no primeiro presidente americano a fazê-lo durante um evento para promover o ensino da programação informática.

3. É uma brincadeira de crianças. Vários sites e aplicações ensinam crianças e adolescentes a programar.

4. Aprender a programar permite-nos desenvolver competências que podemos utilizar no trabalho e abrir novas perspetivas na carreira profissional. Anna Inman contou a sua experiência ao Independent

5. A programação pode ser uma saída profissional e uma carreira de futuro para os mais jovens.

6. A informática comanda a nossa vida. Aprender a programar pode ajudar-nos a resolver alguns problemas ou mesmo a criar os nossos programas.

7. A maioria dos programadores em Silicon Valley ainda é jovem, masculina e branca. A escassa diversidade e a desigualdade de género motivaram a criação de vários “cursos online”:
http://girlswhocode.com/, um documentário

CODE teaser from Finish Line Features, LLC on Vimeo.

, e uma campanha promovida pelo reverendo Jesse Jackson

8. Por fim, há quem diga que a programação é poesia.

codeweek.eu