EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Liga Portuguesa, J9: Líder Sporting diz presente, mau tempo voltou a fazer das suas na Madeira

Liga Portuguesa, J9: Líder Sporting diz presente, mau tempo voltou a fazer das suas na Madeira
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

Sporting tremeu mas venceu o Estoril pela margem mínima, Tondela ofereceu primeira vitória fora ao Benfica. O FC Porto não conseguiu viajar para o Funchal devido ao mau tempo e foi obrigado a adiar o duelo frente ao União da Madeira.

A “estrelinha do campeão” é uma figura frequentemente utilizada para embelezar com um certo floreado as vitórias sofridas e pouco inspiradas da equipa que segue na frente. Justifica-se assim perfeitamente o seu uso para descrever o triunfo do Sporting frente ao Estoril. O líder tremeu, foi dominado pelos canarinhos e teve em Rui Patrício a sua melhor unidade mas acabou por conquistar os três pontos.

A equipa de Jorge Jesus impressiona pela sua eficácia. Mesmo quando o Estoril conseguiu abrir brechas na linha defensiva leonina (invariavelmente pelo endiabrado Gerso), Rui Patrício disse sempre presente.

.Sporting_CP</a> atravessa um bom momento defensivo, em 9 jogos na Liga, sofreu apenas 5 golos, é o melhor registo dos últimos 8 anos</p>&mdash; playmaker stats (playmaker_PT) 31 outubro 2015

No ataque escassearam as oportunidades, mesmo assim Bryan Ruiz conseguiu falhar de baliza aberta a abrir o segundo tempo. Pouco depois, Teo Gutierrez apontou o tento solitário do encontro na sequência de uma grande penalidade que ele próprio conquistou.

Ficha de jogo

Estádio de Alvalade, Lisboa (40 144 espetadores)
Árbitro: Jorge Ferreira (Braga). Sporting: Rui Patrício; João Pereira, Paulo Oliveira, Ewerton e Jefferson (A); João Mário, William, Bryan Ruiz, Gelson (Matheus,70’); Teo Gutierrez (Montero, 61’) e Slimani (A, B. Paulista, 90’+3).
Treinador: Jorge Jesus. Estoril: Kieszek, Mano (A), Yohan Tavares, Diego Carlos e Anderson Luís (Luiz Phellype, 78”); Taira, Babanco (Esiti, 63’), Chaparro (Sebaihi, 70’), Gerso e Bruno César, Dieguinho.
Treinador: Fabiano Soares. Golos: Téo Gutierrez (pen. 55’).

Rio Ave cola-se ao Porto, Benfica goleia sem brilhar

Com o adiamente do encontro entre União da Madeira e FC Porto, o Rio Ave aproveitou para se colar aos dragões na segunda posição. Ambas as equipas têm agora 18 pontos.

A formação de Vila do Conde recebeu e venceu o Nacional com um tento solitário de Zeegelaar e já não conhece o sabor da derrota desde 13 de setembro, quando perdeu em casa frente ao atual líder. Desde então somou quatro vitórias e um empate na Liga.

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)0; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/en_GB/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));> UNIDOS SEMPRE! Trabalhamos pra isto! Obrigado a todos os nossos adeptos por acreditarem! São eles que alimentam esta fome de querer sempre seguir em frente!

Posted by Rio Ave Futebol Clube – Oficial on Sunday, 1 November 2015

No Municipal de Aveiro, as bancadas vazias foram bem reveladoras do estado de alma dos benfiquistas após a derrota no dérbi frente ao Sporting e nem sequer se pode dizer que a goleada por 4-0 tenha servido para fazer as pazes com os adeptos.

O resultado foi bem melhor que a exibição para os encarnados, que aos onze minutos já tinham a primeira vitória fora de portas praticamente garantida graças a um golpe de cabeça de Jonas e um autogolo de Berger.

Gonçalo Guedes e Carcela também fizeram o gosto ao pé, o marroquino foi dos poucos jogadores em campo a merecer nota positiva. O encontro serviu ainda para Rui Vitória lançar mais dois jovens provenientes da equipa B.

O atacante Clésio até pode ter sido titular em apenas dois encontros na formação secundária mas na equipa principal foi aposta para lateral direito. Não deslumbrou nem foi particularmente testado e acabou por sair lesionado. Renato Sanches foi lançado para jogar os últimos 15 minutos mas não se conseguiu destacar.

Ficha de jogo

Estádio Municipal, Aveiro (9 814 espetadores)
Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria).
Tondela: Matt Jones (C. Ramos, 28’), Oto’o, Berger, Bruno Nascimento e Tinoco; Bruno Monteiro, Lucas Souza (A, Nuno Santos, 46’), Hélder Tavares, Wagner, Nathan Júnior e Machado (Piojo, 71’)
Treinador: Rui Bento.
Benfica: Júlio César, Clésio (André Almeida, 64’), Luisão (A), Jardel (A) e Sílvio; Samaris (A), Talisca (A), Gonçalo Guedes e Gaitán (Carcela, 71’), Jonas (Renato Sanches, 75’) e Raúl Jiménez.
Treinador: Rui Vitória. Golos: Jonas (4’), Berger (pb 11’), Gonçalo Guedes (42’) e Carcela (82’).

Sporting de Braga continua em grande, Arouca é o rei dos empates

Melhores marcadores:

8 golos: Jonas (Benfica);
6 golos: Slimani (Sporting);
5 golos: André Claro e Suk (V. Setúbal), e Dyego Sousa (Marítimo).;
4 golos:
Bonatini (Estoril), Corona e Aboubakar (FC Porto).

No Municipal de Braga a equipa da casa provou que atravessa em excelente momento e somou o quinto encontro consecutivo sem perder. Depois de ter ido ao Dragão impor um nulo ao Porto, a equipa de Paulo Fonseca goleou o Belenenses por 4-0.

Um resultado que lhe permitiu manter a quarta posição, já os azuis do Restelo têm de longe a pior defesa do campeonato mas seguem tranquilos a meio da tabela.

Final | SC Braga 4-0 Belenenses Golos: HassanKouka</a> (39&#39;)&#10;Ricardo Ferreira (59&#39;)&#10;Stojiljkovic (63&#39;)&#10;Rafa (73&#39;) <a href="https://t.co/A7KaiR1usH">pic.twitter.com/A7KaiR1usH</a></p>&mdash; SC Braga (SCBragaOficial) 31 outubro 2015

Em Setúbal, os jogos do Vitória até costumam ser bastante animados mas desta vez os adeptos presentes no Bonfim certamente que regressaram a casa desapontados pelo empate a zero frente ao Arouca. A equipa de Lito Vidigal é a verdadeira especialista em igualdades e somou a sexta em nove encontros (quinta consecutiva). Só perdeu frente ao FC Porto mas também só ganhou a Moreirense e Benfica.

Num duelo entre aflitos, Académica e Moreirense também dividiram os pontos. Os estudantes ficaram bastante perto da vitória mas permitiram o empate dos forasteiros para lá da hora. Seguem ambas abaixo da linha de água, a formação de Moreira de Cónegos é a única que ainda não conseguiu vencer.

PUBLICIDADE

Na Mata Real, Sérgio Conceição alcançou a primeira vitória ao comando do Vitória de Guimarães. Ricardo Valente apontou ao cair do pano o tento solitário do encontro. No estádio do Bessa defrontaram-se duas equipas em situação tranquila. O Marítimo acabou por conquistar os três pontos com um golo do inevitável Dyego Sousa.

Jornada 9:

Tondela – Benfica, 0-4
Sp. Braga – Belenenses, 4-0
Un. Madeira -- FC Porto, adiado
Sporting – Estoril, 1-0
Académica – Moreirense, 1-1
V. Setúbal – Arouca, 0-0
Rio Ave – Nacional, 1-0
Boavista – Marítimo, 0-1
P. Ferreira -- V. Guimarães, 0-1

Jornada 10:

Estoril -- Académica (06/nov)
V. Guimarães -- Nacional (07/nov)
Benfica -- Boavista (08/nov)
Marítimo – Rio Ave
Moreirense – P. Ferreira
FC Porto – V. Setúbal
Arouca -- Sporting
Belenenses – Tondela (09/nov)
U. Madeira – Sp. Braga

Depois de nove jornadas, a classificação da ligapfp</a> está assim... <a href="https://t.co/2Zr0MRlq36">pic.twitter.com/2Zr0MRlq36</a></p>&mdash; Bruno Sousa (BrunoJoaoSousa) 3 novembro 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Liga Portuguesa, J8: "11" do Sporting "atropela" (0-3) equipa do Benfica na Luz

Morreu Artur Jorge, ex-selecionador nacional e treinador campeão europeu pelo FC Porto

Benfica volta a vencer a Juventus e apura-se para os "oitavos" da Liga dos Campeões