EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Londres repatria turistas de Sharm el Sheikh a conta gotas

Londres repatria turistas de Sharm el Sheikh a conta gotas
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Reino Unido começou a repatriar os primeiros turistas nacionais dos vinte mil que se encontram retidos em Sharm el-Sheikh por razões de segurança

PUBLICIDADE

O Reino Unido começou a repatriar os primeiros turistas nacionais dos vinte mil que se encontram retidos em Sharm el-Sheikh por razões de segurança, após a queda do Boeing russo.

A confusão instalou-se no aeroporto, e dos 29 voos agendados apenas oito foram autorizados.

“ A parte mais difícil foi ninguém realmente saber o que estava a acontecer, ninguém saber quanto tempo íamos ficar”.

O ministério de aviação civil do Egito negou que esteja a bloquear voos, mas afirmou que o número foi limitado pela capacidade do aeroporto.

John Casson, Embaixador britânico no Egito: “Desde o início o nosso objetivo tem sido levar os nossos cidadãos de rgresso a casa em segurança e hoje oito voos deixaram Sharm el-Sheikh com cerca de 1.500 pessoas a bordo. Tivemos que trabalhar a contra relógio com os egípcios, com as companhias aéreas, e é por isso que apelamos às companhias aéreas para não trazerem as pessoas para o aeroporto até que o voo não esteja garantido”.

A easyJet informou que apenas dois dos seus dez voos planeados tinham recebido permissão para descolar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vaga de calor na Grécia já fez seis mortos ou desaparecidos entre turistas estrangeiros

Vulcão na península de Reykjanes volta a entrar em erupção

Novo incidente de turbulência fere 12 pessoas em voo com destino à Irlanda