A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Salah Abdeslam não foi detido

Salah Abdeslam não foi detido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades belgas libertaram cinco dos sete homens detidos durante o fim-de-semana na sequência dos ataques de Paris.

Desmentiram também a detenção de Salah Abdeslam.

Ainda assim, e segundo um procurador belga, em declarações à agência France Press, o objetivo da operação lançada esta manhã, em Molenbeek, era detê-lo.

Sobre Abdeslam de nacionalidade francesa, nascido e residente na Bélgica, recai um mandado de captura internacional. Foi ele que alugou o polo preto encontrado pela polícia gaulesa em Paris. Um dos seus irmãos era um dos kamikazes, outro foi detido em Molenbeek, por alegada ligação ao caso.

Abdelhamid Abaaoud é, alegadamente e segundo uma fonte próxima à investigação, citada pela Associated Press, suspeito de ter ordenado os ataques em Paris. O jovem, de 27 anos, de nacionalidade belga e origem marroquina, estará na Síria.

Até ao momento, e dos suspeitos identificados, foram identificados cinco. A RTL está a dizer que foram identificados seis. Segundo um procurador francês um deles entrou e foi registado na Grécia, em outubro passado.