EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

COP21: Manifestações pelo clima arrancam em Melbourne

COP21: Manifestações pelo clima arrancam em Melbourne
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ainda antes da cimeira, foi já anunciada uma medida: O Banco Mundial vai investir 16 mil milhões de dólares em África.

PUBLICIDADE

A poucos dias da abertura da conferência da ONU sobre o clima, COP21, em Paris, as manifestações por um mundo melhor começam a multiplicar-se um pouco por todo o planeta.

Uma das medidas já conhecidas, relacionadas com a cimeira, vem do Banco Mundial e diz respeito à agricultura em África, com um investimento de 16 mil milhões de dólares.

“Vai ser uma oportunidade de entrarmos num caminho de crescimento, baseado na agricultura inteligente, na paisagem resistente ao clima, na gestão das florestas e das zonas costeiras e no apoio às economias do Oceano”, diz Makhtar Diop, vice-presidente do Banco Mundial para África.

Apesar do esforço, esta é uma ajuda escassa, já que se estima que África precise de entre cinco e dez mil milhões de dólares todos os anos para que se possa adaptar a um aquecimento médio de dois graus centígrados.

A primeira manifestação para sensibilizar os dirigentes presentes na cimeira aconteceu em Melbourne, na Austrália. Estão previstas manifestações em vários pontos do globo. Em Paris estão também a preparar-se algumas ações, isto apesar de o estado de emergência decretado depois dos atentados do dia 13/11 impedir os ajuntamentos.

Thousands rally in #Melbourne calling for action on #climatechange as the #Paris talks begin #COP21#peoplesclimatepic.twitter.com/usfIAxubQ3

— Auskar Surbakti (@AuskarSurbakti) November 27, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Diplomacia dos pandas: primeiro-ministro chinês visitou zoo de Adelaide para ver Wang Wang e Fu Bi

Vice-presidente do Malawi morreu em desastre de avião

Líder militar vence eleições no Chade, apesar de alegações de fraude