Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Obama promete destruir o ISIL

Obama promete destruir o ISIL
Tamanho do texto Aa Aa

Num discurso à nação, o Presidente dos EUA condenou o ataque de San Bernardino mas disse que, até agora, não há provas de que tenha sido planeado a partir do estrangeiro ou que os atacantes eram parte de uma conspiração mais ampla dentro dos Estados Unidos.

“Ao longo dos últimos anos a ameaça terrorista tem evoluído para uma nova fase. Grupos como ISIL cresceram no caos da guerra no Iraque e da Síria e, em seguida, com a internet que apaga a distância entre os países, vemos os crescentes esforços dos terroristas para envenenar a mente das pessoas como os ataques de Boston e os assassínios de San Bernardino. “

Clara ficou a ideia de que os EUA não têm planos para enviar tropas terrestres para combater o ISIL mas os ataques aéreos vão continuar.

“Nós não devemos ser arrastados para uma guerra terrestre longa e custosa no Iraque ou na Síria. Isso é o que os grupos como ISIL querem. A estratégia que estamos a usar agora, os ataques aéreos, forças especiais e trabalho com as forças locais que lutam para recuperar o controle do seu próprio país, é assim que vamos conseguir uma vitória mais sustentável. “

Obama procura demonstrar que a estratégia escolhida é adquada num momento em que as sondagens mostram uma crescente desconfiança dos americanos face à sua política em matéria de combate ao terrorismo.