Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Martin Shkreli, o homem mais detestado da indústria farmacêutica, foi preso em Nova Iorque

Martin Shkreli, o homem mais detestado da indústria farmacêutica, foi preso em Nova Iorque
Tamanho do texto Aa Aa

Martin Shkreli, director executivo das farmacêuticas Turing e KaloBios, foi preso em Nova Iorque por fraude, anunciou o FBI.

Shkreli, de 32 anos, ficou debaixo do fogo da cena política e pública americanas quando, em setembro, aumentou em cerca de 5 mil por cento o preço de um medicamento usado para combater o paludismo e as co infeções da síndrome da imunodeficiência adquirida. O medicamento passou então de 13 dólares e meio para 750 dólares.
A candidata democrata Hillary Clinton pediu publicamente que o preço descesse, considerando o aumento chocante, mas Shkreli manteve a posição.

As acusações de fraude na origem da detenção reportam-se a uma farmacêutica a que presidiu anteriormente, a Retrophin, tendo também sido detido um dos conselheiros jurídicos da empresa.