A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rússia: Islamitas próximos do Estado Islâmico reivindicam ataque no Daguestão

Rússia: Islamitas próximos do Estado Islâmico reivindicam ataque no Daguestão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Militantes islamitas próximos do autoproclamado Estado Islâmico ou Daesh (pela sigla em língua árabe) reivindicaram a autoria do ataque na noite de terça para quarta-feira na cidade turística de Derbent, no Daguestão, e que resultou num morto e em pelo menos dez feridos.

A vítima mortal seria, segundo agências de notícias russas, um membro da guarda fronteiriça russa que se encontrava em Darbent, região turística do Daguestão.

Foi em redes sociais jihadistas que a autoria do ataque é assumida por um grupo militante islamita que se autointitula como a Província do Estado Islâmico no Cáucaso.

Os militantes asseguraram, por outro lado que o objetivo eram os serviços de inteligência russos.

A república russa do Daguestão fica situada no Cáucaso e faz fronteira com a Chechénia, região geopoliticamente instável pelos movimentos separatistas que lutam contra o poder de Moscovo.

O ataque foi alegadamente levado a cabo por três desconhecidos resultou num morto e onze feridos por arma de fogo, segundo dados avançados pelas principais agências de notícias russas e difundidos pelos media locais.

A policia diz ter encontrado mais de sessenta cartuchos de armas, (incluindo armas automaticas) no local.