Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Combates mantêm-se à volta de Ramadi

Combates mantêm-se à volta de Ramadi
Tamanho do texto Aa Aa

Mesmo se a maior parte da cidade de Ramadi foi tomada pelas tropas iraquianas, a região está longe de estar pacificada. Os combates entre o exército do Iraque e o grupo radical armado Estado Islâmico prosseguem nas imediações da cidade.

Que Deus castigue o Daesh. Mataram com tiros na cabeça toda a gente que não quis seguir com eles para al-Sufiya. Os corpos ainda lá estão.

As operações estão a ser conduzidas pelas forças de elite antiterroristas, apoiadas por combatentes tribais e pela coligação liderada pelos Estados Unidos.

Alguns bairros de Ramadi continuam nas mãos dos radicais, mas o exército iraquiano controla agora todo o centro e alargou esse controlo a vários bairros até agora nas mãos do Daesh.

O Daesh recuou, em grande parte, para uma vila nos arredores de Ramadi, mas antes fez questão de espalhar o terror entre todos: “Que Deus castigue o Daesh. Mataram com tiros na cabeça toda a gente que não quis seguir com eles para al-Sufiya. Os corpos ainda lá estão, podem ir ver. São sete”, diz um homem ferido.

A grande tarefa para as tropas iraquianas agora vai ser a desminagem de Ramadi, já que o Daesh deixou engenhos explosivos por toda a cidade. Os terroristas tinham tomado o controlo de Ramadi no ano passado.