Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Flying Scotsman" volta a "voar" nos carris britânicos

"Flying Scotsman" volta a "voar" nos carris britânicos
Tamanho do texto Aa Aa

A locomotiva a vapor “Flying Scotsman”, um dos ícones do património industrial do Reino Unido, voltou a circular esta sexta-feira numa linha ferroviária britânica, depois de 10 anos de restauro.

O primeiro teste foi realizado em Bury, no noroeste de Inglaterra. A “viagem inaugural” está marcada para o próximo mês, entre York e Londres.

Bob Gwynne, do Museu Nacional dos Caminhos de Ferro britânicos, diz que “o símbolo da era do vapor, que tantos conhecem e estimam, está novamente a trabalhar. Para já são testes e ainda há muito para fazer até estar de novo a circular nas linhas principais. Mas, a partir de fevereiro, estará de novo a circular por todo o país”.

A restauração custou 5,6 milhões de euros. Construída em 1923, a “Flying Scotsman” foi a primeira locomotiva a vapor a atingir uma velocidade máxima de 160 quilómetros por hora e a ligar Londres e Edimburgo, na Escócia, de uma tirada