A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Ikea acusada de enganar fisco na Europa

Ikea acusada de enganar fisco na Europa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Ikea está a ser acusada de usar um esquema para reduzir os pagamentos ao fisco. Segundo um relatório do grupo Os Verdes, no Parlamento Europeu, as subsidiárias europeias da empresa sueca reduziram os seus lucros, artificialmente, ao pagarem um “royalty” de 3% à casa mãe, fiscalmente sedeada na Holanda. Uma contribuição de 3,1 mil milhões de euros, entre 2012 e 2014. Segundo este relatório com esta situação, o grupo terá lesado os Estados-membros, entre 2009 e 2014, em mil milhões de euros em impostos. A Ikea defende-se garantindo que o grupo “paga impostos de acordo com a lei, onde quer que esteja”.