Cesar 2016: "Mustang" foi o filme mais premiado

Cesar 2016: "Mustang" foi o filme mais premiado
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

“Mustang” foi o filme mais premiado na cerimónia de entrega dos Cesar. Nesta 41ª edição, a película realizada pela franco-turca Deniz Gamez Ergüven

PUBLICIDADE

“Mustang” foi o filme mais premiado na cerimónia de entrega dos Cesar. Nesta 41ª edição, a película realizada pela franco-turca Deniz Gamez Ergüven recebeu quatro galardões. “Mustang” mostra a batalha de 5 jovens mulheres turcas independentes que lutam para fugir de uma sociedade conservadora. Este filme é também um dos candidatos a receber Óscar de melhor filme estrangeiro, na cerimónia que decorre este domingo em Hollywood.

DEMAIN, réalisé par Cyril Dion, Mélanie Laurent, #César2016 du Meilleur Film Documentaire pic.twitter.com/OyubCsNyvF

— Académie des César (@Les_Cesar) 26 de fevereiro de 2016

Estes prémios distinguem não só as qualidades cinematográficas mas também a intervenção social e a diversidade foram entregues esta sexta-feira à noite em Paris.

Arnaud Desplechin, com o filme “Três lembranças da minha juventude” recebeu o Cesar de melhor realizador. “Fátima”, a história de uma empregada doméstica magrebina que cria sozinha as duas filhas, recebeu o galardão de melhor filme.

FATIMA, produit par Yasmina Nini-Faucon, Philippe Faucon, réalisé par Philippe Faucon, #César2016 du Meilleur Film pic.twitter.com/wShgfPr9yF

— Académie des César (@Les_Cesar) 26 de fevereiro de 2016

Vincent Lindon conquistou o César de melhor ator, na película “A lei do mercado”. Lindon interpreta o papel de um homem que ficou desempregado e que não consegue voltar a trabalhar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agricultores franceses mantêm protestos apesar de novas medidas do governo

Praias de desembarque do Dia D podem ser consideradas Património Mundial da UNESCO

Macron anuncia apoio de três mil milhões de euros à Ucrânia durante visita de Zelenskyy a Paris