EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Evacuação dos migrantes de Calais foi suspensa, mas as autoridades dizem que é para continuar

Evacuação dos migrantes de Calais foi suspensa, mas as autoridades dizem que é para continuar
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois dos confrontos durante o dia, com o cair da noite, em Calais, as ações de alguns migrantes não cessaram e os camionistas que passavam

PUBLICIDADE

Depois dos confrontos durante o dia, com o cair da noite, em Calais, as ações de alguns migrantes não cessaram e os camionistas que passavam tornaram-se alvos.

Segundo a policia, quatro migrantes, entre os quais um menor, foram detidos. Do lado das autoridades há a registar 5 policias feridos.

De recordar que, esta segunda-feira, as autoridades francesas iniciaram o desmantelamento do campo de migrantes de Calais, no norte de país, onde viviam aproximadamente 3.700 pessoas.

Entretanto, a operação de despejo foi suspensa, mas, de acordo com o município de Calais, será retomada esta terça-feira..

Cerca de 50 migrantes aceitaram pedir asilo à França, e viajaram de autocarro até um centro de acolhimento em Marselha, no sul do país.

Outros migrantes são transferidos para uma zona perto de Calais, para um parque de contentores com aquecimento. Apesar de aí terem, supostamente, melhores condições, muitos migrantes opõem-se à mudança por considerarem que assim ficam sem hipótese de atravessar o Canal da Mancha.

Durante anos, os migrantes, principalmente da Síria, Afeganistão e Sudão, foram acampando naquele local com a esperança de conseguir chegar clandestinamente ao Reino Unido através do Canal da Mancha.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

França: Canhões de água e gás lacrimogéneo durante demolição da "selva" de Calais

França: Polícia inicia desmantelamento da "selva" de Calais

Migrantes: Justiça francesa confirma evacuação da "selva" de Calais