EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

França: Canhões de água e gás lacrimogéneo durante demolição da "selva" de Calais

França: Canhões de água e gás lacrimogéneo durante demolição da "selva" de Calais
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A polícia francesa lançou esta manhã uma operação musculada para demolir a zona sul do campo de refugiados de Calais, no norte do país. Mais de uma

PUBLICIDADE

A polícia francesa lançou esta manhã uma operação musculada para demolir a zona sul do campo de refugiados de Calais, no norte do país.

Mais de uma centena de agentes, acompanhados de escavadoras e canhões de água, iniciaram o desmantelamento gradual do campo, autorizado na semana passada pelos tribunais.

Destruction teams at work in Calais refugee camp @GoodChanceCal#RefugeeCrisispic.twitter.com/xUtvUGyGVw

— Rowan Farrell (@Rowan_Farrell) February 29, 2016

Renfort policier massif et entreprise de démolition. Le démantèlement de la jungle de #Calais passe en phase active pic.twitter.com/3wrgSQhIKQ

— Thibault Lefèvre (@thibaultlefevre) February 29, 2016

Uma operação marcada por vários incidentes com dezenas de migrantes e associações que rejeitam abandonar a instalação, onde vivem cerca de 3 mil pessoas.

O representante das autoridades locais, Etienne Desplanques, defendia a atuação da polícia:

“Como pode ver os manifestantes não hesitaram em atear fogo às tendas e abrigos, e lançar pedras contra a polícia. É uma situação inaceitável e por isso é normal que tenhamos tomado medidas para restaurar a segurança”.

Une première inyrpellarion dans la jungle de #Calaispic.twitter.com/0yNSWn5hyP

— Thibault Lefèvre (@thibaultlefevre) February 29, 2016

Riot police warning migrants, 'If you don't move we'll use force' #CalaisJunglepic.twitter.com/j0DMhqmqDi

— anna holligan (@annaholligan) February 29, 2016

Pelo menos uma pessoa foi detida durante os confrontos, que levaram a polícia a recorrer a gás lacrimogéneo contra os manifestantes.

As autoridades francesas afirmam-se prontas a realojar cerca de um milhar de migrantes num campo de contentores e noutros centros de acolhimento ao longo do país.

As associações alertam para a situação precária de centenas de pessoas, entre os quais dezenas de menores, que teriam fugido do local após a intervenção da polícia.

Sun setting and relative calm descending on #CalaisJunglepic.twitter.com/JvUHGpAafB

— anna holligan (@annaholligan) February 29, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Louvre, Versailles e Gare de Lyon evacuados "por razões de segurança"

Scholz promete melhorar o processamento de migração irregular

Ataque israelita a campo de refugiados de Gaza mata pelo menos 6 pessoas