EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Líbia: 2 reféns italianos mortos

Líbia: 2 reféns italianos mortos
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com ANSA, EFE, AFP, REUTERS
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As autoridades italianas reconhecem que Fausto Piano e Salvatore Failla estão, provavelmente, mortos. Trata-se de 2 dos 4 reféns italianos sequestrados na Líbia, em julho do ano passado

PUBLICIDADE

Fausto Piano e Salvatore Failla estão, provavelmente, mortos. Trata-se de 2 dos 4 reféns italianos sequestrados na Líbia, em julho do ano passado.

Aparentemente, os dois homens encontrar-se-iam em veículos do Estado Islâmico, durante combates com forças paramilitares líbias, na região de Sabratah, perto da fronteira com a Tunísia.

Two Italian hostages Salvatore Failla e Fausto Piano killed in Libya. #Isis may have used them as human shields pic.twitter.com/HLsEk4nZc7

— Gianni Riotta (@riotta) March 3, 2016

A cidade está, desde 2014, sob controlo das milícias Farj Libya, favoráveis ao governo de Tripoli.

Mas, a semana passada, o Estado Islâmico tomou brevemente o controlo do centro da cidade – cinco dias depois de um raide americano ter destruído uma base do grupo nos arredores e morto 50 pessoas, incluindo, eventualmente, um dos chefes.

Os 4 italianos, funcionários da empresa de obras públicas Bonatti, foram raptados no verão passado, perto da companhia petrolífera italiana ENI, em Mellitah, próxima de Sabratah.

Segundo Roma, os dois outros colegas – Gino Pollicardo e Filippo Calcagno – estão vivos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Meloni procura reforma constitucional para eleição direta do primeiro-ministro

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos