A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Talibãs reivindicam atentado junto de um tribunal no Paquistão

Talibãs reivindicam atentado junto de um tribunal no Paquistão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Perto de 20 mortos e cerca de 30 feridos o balanço de um atentado suicida junto a um tribunal no noroeste do Paquistão.

Segundo a polícia, um bombista suicida tentou forçar a entrada no tribunal de Shabqadar, cerca de 150 km a nordeste da capital, Islamabad, acabando por detonar o colete de explosivos à porta do local.

Uma fação dos talibãs paquistaneses, a Jamaat-ur-Ahrar, reivindicou o ataque, afirmando ter sido a vingança pela morte de Mumtaz Qadri, um antigo guarda-costas, visto por alguns como um herói depois de ter assassinado um governador liberal, favorável a uma reforma da controversa lei da blasfémia, que pode ser punida com a morte.

Julgado e condenado em 2011, Qadri foi executado por enforcamento na semana passada.

O primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, já condenou o ataque:

Os militantes talibãs no Paquistão conduzem uma insurreição contra o Estado desde 2007, com o objetivo de impor uma interpretação restrita da lei islâmica no país.