Estado Islâmico usa armas químicas contra civis no Iraque

Estado Islâmico usa armas químicas contra civis no Iraque
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O autodenominado Estado Islâmico usou armas químicas contra a população civil. Vários morteiros e rockets com substâncias tóxicas foram disparados

PUBLICIDADE

O autodenominado Estado Islâmico usou armas químicas contra a população civil.

Vários morteiros e rockets com substâncias tóxicas foram disparados sobre aldeias a 20 quilómetros da cidade petrolífera de Kirkurk, no Iraque.

Autoridades locais relatam que os disparos, de terça-feira, afetaram mais de 200 pessoas que sofreram de asfixia parcial e irritações na pele.

Um comandante das forças curdas, que controlam Tasa, afirmou que a população foi alvo de 24 disparos, sem provocar vitimas mortais

Em Mosul, na região curda do norte do Iraque, a coligação internacional liderada pelos Estados Unidos bombardeou posições jihadistas.

Entretanto, a noroeste de Ramadi, forças de segurança iraquianas recuperaram aldeias que tinham caído em poder do Estado Islâmico e evacuaram milhares pessoas que estavam reféns.

Habitantes de Zangoora e Qaria Asriya foram escoltados por forças iraquianas enquanto abandonavam as aldeias rumo a um local mais seguro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos 23 portugueses na lista de recrutas do ISIL

'Daesh prepara a próxima geração de 'jihadistas'

Um morto e oito feridos em ataque a base militar iraquiana