"Agente triplo" condenado por "alta traição" na Alemanha

"Agente triplo" condenado por "alta traição" na Alemanha
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um antigo agente dos serviços secretos alemães foi condenado a oito anos de prisão por colaborar com a CIA norte-americana e com a Rússia, enquanto

PUBLICIDADE

Um antigo agente dos serviços secretos alemães foi condenado a oito anos de prisão por colaborar com a CIA norte-americana e com a Rússia, enquanto se encontrava no ativo.

Markus Reichel, de 32 anos, foi considerado culpado do crime de “alta traição”, violação da confidencialidade dos serviços secretos alemães e corrupção. Descrito como tímido e com uma ligeira deficiência, ligada a um problema de vacinação na infância, o “agente triplo” tinha, na abertura do processo em novembro, justificado as ações pelo desejo de “aventura”.

No verão de 2008, alguns meses depois de entrar nos serviços secretos alemães, terá oferecido os serviços à embaixada dos Estados Unidos em Berlim e, em 2014, ao consulado russo em Munique. Desta vez a mensagem é intercetada e é detido aos mesmo tempo que Edward Snowden revela a amplitude do polémico programa de escutas da Agência de Segurança Nacional (NSA) norte-americana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tiroteio na Alemanha: quatro mortos, incluindo uma criança. Suspeito é um militar e foi detido

Principal suspeito do rapto de Madeleine McCann volta a tribunal na Alemanha

Ataque à faca em escola da Alemanha faz quatro feridos, dois com gravidade