Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

UE: Líderes europeus à procura de solução comum para resolver crise migratória

UE: Líderes europeus à procura de solução comum para resolver crise migratória
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Começou, em Bruxelas, a cimeira de chefes de Estado e de Governo da União Europeia onde se vai discutir o plano de ação conjunto com a Turquia, que visa responder à crise migratória.

Temos de chegar a um acordo, caso contrário a situação na Grécia vai ficar muito difícil e a crise humanitária aumentará!

Os 28 são chamados a colaborar, com todos os meios, com a Grécia, de modo a enviar de volta para a Turquia os migrantes irregulares.

Um ponto parece ser comum a todos os líderes europeus, é necessário que a Europa encontre uma solução comum.

“Temos de chegar a um acordo, caso contrário a situação na Grécia vai ficar muito difícil e a crise humanitária aumentará, uma vez que a rota dos Balcãs foi encerrada. As pessoas não podem sair da Grécia por isso é crucial que cheguemos a um acordo hoje e amanhã”, sublinhou o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte.

Antes do início do encontro, o presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, afirmou que o retorno dos migrantes ilegais, à Turquia, é uma forma de “privar os traficantes de clientes” e não um castigo para os migrantes.

O plano tem merecido várias críticas dentro e fora da União Europeia.

Para o Alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados, Vicente Cochetel, “a expulsão coletiva de estrangeiros está proibida ao abrigo da Convenção Europeia dos Direitos Humanos.” Para este dirigente, A Europa tem de realojar massivamente os refugiados.

A cimeira decorre até sexta-feira. Portugal está representado pelo primeiro-ministro, António Costa.