Refugiados protestam pela abertura das fronteiras na Europa

Refugiados protestam pela abertura das fronteiras na Europa
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de migrantes protestaram, este domingo, na Grécia, para que a fronteira com a Macedónia seja aberta. Os migrantes, retidos em Idomeni

PUBLICIDADE

Centenas de migrantes protestaram, este domingo, na Grécia, para que a fronteira com a Macedónia seja aberta.

Os migrantes, retidos em Idomeni, agarram-se à esperança de poder viver na Europa, apesar de a União Europeia se mover no sentido de dificultar a entrada de refugiados.

Os manifestantes agitaram guardanapos brancos e mostraram cartazes que diziam “abram a fronteira”.

“Ontem uma mulher deu à luz aqui, no acampamento, e antes uma outra mulher também deu à luz. O bebé tem 12 dias e vive em condições que não são adequadas nem para animais. Não vamos aceitar isso. Somos seres humanos e temos direitos. É por isso que estamos aqui. Vamos continuar a protestar até que as fronteiras sejam abertas,” afirma uma mulher síria.

Depois de uma série de fronteiras terem sido encerradas pelos países ao longo da rota dos Balcãs, cerca de 50.000 migrantes e refugiados encontram-se retidos na Grécia e estão assim impedidos de continuar a caminhada em direção aos países europeus mais ricos.

Cerca de um milhão de pessoas chegou à Grécia no ano passado, fugindo do conflito na Síria, Iraque e outros países do Médio Oriente e África.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O que acontece agora com o acordo EU-Turquia sobre refugiados?

Incêndios na cidade grega de Alexandrópolis são "os maiores de que há registo na UE"

Sobe para 57 o número de mortos em colisão de comboios na Grécia