EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Bruxelas: Aeroporto continua encerrado e transportes públicos limitados

Bruxelas: Aeroporto continua encerrado e transportes públicos limitados
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A abertura do aeroporto de Bruxelas ainda não vai acontecer hoje. Na zona dos ataques da semana passada, continuam os trabalhos para permitir que nos

PUBLICIDADE

A abertura do aeroporto de Bruxelas ainda não vai acontecer hoje.

Na zona dos ataques da semana passada, continuam os trabalhos para permitir que nos próximos dias o aeroporto de Zaventem comece a funcionar, mesmo que de forma limitada.

Uma estrutura temporária foi colocada para contornar a área de partida, que ficou muito danificada com a explosão das duas bombas.

A porta-voz do aeroporto de Zaventem, Anke Fransen, revela que o regresso dos funcionários às instalações é um dos problemas: “Questões muito práticas como, que estruturas podemos usar, onde podemos construir, foram as perguntas dos primeiros dias. Agora temos de pensar nas pessoas. Estão as pessoas prontas para voltar ao trabalho? Como é que o funcionário reage a esta situação de regresso ao aeroporto? Para muitos, será a primeira vez que voltam ao aeroporto.”

Ao nível dos transportes públicos em Bruxelas, segundo a agência de informação Belga, apenas 39 das 69 estações de metro estarão em funcionamento entre as 7h00 e as 19h00.

A circulação de elétricos e autocarros decorrerá normalmente, com exceção da linha número 12, que opera entre a cidade e o aeroporto.

O número de vítimas mortais do atentado foi revisto. Baixou de 35 para 32, exceto os três bombistas.

Segundo as autoridades, tinha sido feita uma dupla contagem de 3 pessoas que tinham dupla nacionalidade.

A polícia continua à procura de um suspeito de participação nos atentados, um homem que nas câmaras de segurança do aeroporto aparece de óculos escuros e chapéu.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataques jihadistas em França e na Bélgica: Uma cronologia

Emoção e segurança marcam jogos de preparação para o Europeu de futebol

O terroristas que atacaram em Bruxelas e as ligações com os atentados de Paris