A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Novas acusações de abusos contra "capacetes azuis" na RCA

Novas acusações de abusos contra "capacetes azuis" na RCA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A ONU recebeu novas acusações de abusos sexuais perpetrados por “capacetes azuis” na República Centro-Africana (RCA). Desta vez, os incidentes envolvem elementos do contingente do Burundi, acusados de violar uma rapariga de 14 anos no início do mês, e um soldado marroquino, suspeito de explorar sexualmente uma mulher em fevereiro.

O porta-voz das Nações Unidas, Stephane Dujarric, afirmou que “a primeira preocupação da missão é garantir que as vítimas recebem assistência e que as alegações são imediatamente investigadas, para garantir que os responsáveis são devidamente sancionados”.

A MINUSCA – a missão da ONU na República Centro-Africana – foi alvo de dezenas de acusações de abusos e exploração sexual desde setembro de 2014, que já resultaram nomeadamente na demissão do seu anterior responsável, Babacar Gaye, e no repatriamento de 800 “capacetes azuis” congoleses.