A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Detidos na Dinamarca quatro suspeitos de ligações ao Estado Islâmico

Detidos na Dinamarca quatro suspeitos de ligações ao Estado Islâmico
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia e os serviços de segurança dinamarqueses, PET, detiveram esta quinta-feira quatro suspeitos de terem ligações ao autoproclamado Estado Islâmico.

As detenções tiveram lugar numa zona residencial de Copenhaga. Num outro local, foram ainda apreendidas armas e munições.

As autoridades acreditam que o grupo terá sido recrutado pelo grupo extremista para cometer ataques terroristas.

“Os quatro suspeitos são acusados de violar o código penal por terem aceitado juntar-se ao Estado Islâmico na Síria com o intento de levar a cabo atos terroristas”, refere o superintendente-chefe da polícia de Copenhaga, Poul Kjeldsen.


O ministro da Justiça dinamarquês, Søren Pind, elogiou o trabalho realizado pelas autoridades na sua conta pessoal do Twitter.

A Dinamarca encontra-se em estado de alerta desde fevereiro de 2015, após dois atentados,cometidos pelo mesmo indivíduo, terem feito dois mortos e cinco feridos. O primeiro, um tiroteio num centro cultural onde decorria um debate sobre o islamismo e a liberdade de expressão. O segundo, um ataque junto a uma sinagoga.

A Dinamarca é um dos países com mais jovens recrutados pelos jihadistas do Daesh.