A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Obras e objetos raros de Shakespeare em exposição em Londres

Obras e objetos raros de Shakespeare em exposição em Londres
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma exposição com obras originais de William Shakespeare acaba de abrir as portas ao público em Londres. A primeira edição da peça “Halmet”, de 1603, é um dos destaques do evento.

Não mostramos apenas a personalidade de Shakespeare ou as obras mais famosas. Destacamos os dez espetáculos mais importantes que nos permitem ver a forma como as peças foram constantemente reinventadas.

A exposição inclui duzentas obras, entre elas várias raridades. O público pode contemplar o crânio usado pela atriz Sarah Bernhardt, numa representação de “Hamlet”, em 1899.

“Não mostramos apenas a personalidade de Shakespeare ou as obras mais famosas. Destacamos os dez espetáculos mais importantes que nos permitem ver a forma como as peças foram constantemente reinventadas ao longo dos séculos”, explicou Zoe Wilcox, comissária da exposição.

A reinvenção das obras teatrais de Shakespeare passou, por exemplo, pela inclusão de atrizes nos espetáculos. No tempo do dramaturgo inglês, as figuras femininas eram incarnadas por homens.

Ira Aldridge foi o primeiro ator negro a incarnar a figura de Otelo, numa peça em Londres em 1825.

Apesar da celebridade, a figura de Shakespeare continua a ser um mistério. Há vários retratos do dramaturgo, sem que haja certezas absolutas sobre a sua aparência exata. A exposição mostra os vários retratos existentes.

A exposição “Shakespeare em dez atos” pode ser visitada em Londres, até 6 de setembro.