EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Clooney e Aznavour nas comemorações dos 101 anos do genocídio arménio

Clooney e Aznavour nas comemorações dos 101 anos do genocídio arménio
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Arménia assinalou este domingo o centésimo primeiro aniversário do genocídio cometido pelo Império Otomano durante a Primeira Guerra Mundial, não

PUBLICIDADE

A Arménia assinalou este domingo o centésimo primeiro aniversário do genocídio cometido pelo Império Otomano durante a Primeira Guerra Mundial, não reconhecido como tal pela Turquia.

O músico francês de origem arménia Charles Aznavour e o actor norte-americano George Clooney acompanharam o presidente Serge Sarkissian na cerimónia, realizada no memorial às vítimas do massacre, na capital, Erevan.

Clooney é um dos dirigentes do comité de seleção do chamado “prémio Aurora para o despertar da Humanidade”, estabelecido recentemente a favor dos sobreviventes arménios.

O ator e defensor dos Direitos Humanos classificou o massacre de um milhão e meio de arménios, segundo Erevan, 300.000 a 500.000 segundo a Turquia, como “parte da história do Mundo e não apenas a dor de uma nação”. Ancara rejeita o termo “genocídio”, que é no entanto reconhecido, até à data, por 29 países.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arménios lembram o chamado "genocídio" que a Turquia não reconhece

Arménios pedem renúncia de Pashinian por causa do “conflito entre povos fronteiriços”

Stoltenberg: "NATO apoia soberania e integridade territorial da Arménia"