Estreia mundial dos AC/DC em Lisboa supera expectativas

Estreia mundial dos AC/DC em Lisboa supera expectativas
De  Antonio Oliveira E Silva com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

OS AC/DC superaram as expectativas este sábado, em Lisboa, onde iniciaram a digressão "Rock or Bust World Tour"

PUBLICIDADE

Afinal, tudo parece ter corrido pelo melhor para os australianos AC/DC, na que foi a sua estreia mundial, no Passeio Marítimo de Algés, região de Lisboa.

Um concerto que fez vibrar tudo e todos onde o Tejo e o mar se encontram e que parece ter superado todas as críticas e expectativas, apesar da ausência do vocalista Brian Johnson, por motivos de saúde.

O período anterior ao concerto dos AC/DC em Lisboa deste sábado ficou marcado por alguma pressão por parte muitos entusiastas da banda, que não viam com bons olhos a presença de Axl Rose em palco, ainda por cima, estando o substituto com problemas para mover-se.

To all those who rocked in Lisbon tonight, we salute you! ⚡️ #RockOrBusthttps://t.co/oPdMCu4UOQ

— AC/DC (@acdc) 8 de maio de 2016

Assim, muitos preferiram não ir ao primeiro concerto dos AC/DC da digressão Rock it or Bust it, fenómeno que veio a registar-se noutros países. Não eram bons sinais para a banda, para além da chuva intensa que se fez sentir em Lisboa durante o dia do evento.

Mas os AC/DC tocaram, cantaram e não desapontaram.

Uma fã disse, em inglês, à agência Reuters, que a banda “esteve bem, realmente bem.”

Duas fãs portuguesas descreveram também o concerto com muito entusiasmo.

“Foi fantástico, disse a primeira.”

“Nem se notava a diferença nas vozes. O que é preciso é gostar e amar”, disse a segunda das entrevistadas.

Uma das fãs dos AC/DC, no Passeio Marítimo de Algés

Nem se notava a diferença nas vozes. O que é preciso é gostar e amar

Com Axl Rose sentado no centro do palco, o guitarrista Angus Young não teve mais remédio do que encher o palco sozinho. E se teve de correr pelo palco para chegar a todos os assistentes, a verdade é que a voz de Axl acompanhou-o a noite toda.

Young, 61 anos, de calções e camisa, tocou a guitarra como nunca, até com a gravata. Um duo oposto que parece ter funcionado bem, vistas as coisas.

#RockOrBust ⚡️ On stage now in Lisbon! pic.twitter.com/IK7gIxGfSc

— AC/DC (@acdc) 7 de maio de 2016

Os AC/DC tocaram os temas mais conhecidos pelos fãs, como “Rock or Bust” e “Shoot to Thrill.

Axl disse, depois das duas primeiras canções, que afinal, tinha “ficado um dia bonito.” Disse ao público que era um prazer conhecê-los e, ao fim da terceira canção, o Passeio Marítimo de Algés parecia mais do que conquistado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Daft Punk são as novas estrelas do museu Madame Tussauds em Nova Iorque

Velha guarda do rock em peso na abertura da Gibson Garage

Rock em tempo de guerra