Austrália detém cinco alegados recrutas 'Jihadistas'

Austrália detém cinco alegados recrutas 'Jihadistas'
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Suspeita-se que se queriam juntar ao grupo Estado Islâmico mas as autoridades australianas impediram-nos. Cinco homens com idades entre os 21 e os 33

PUBLICIDADE

Suspeita-se que se queriam juntar ao grupo Estado Islâmico mas as autoridades australianas impediram-nos.

Cinco homens com idades entre os 21 e os 33 anos foram detidos depois de rebocarem um barco durante quase 3000 quilómetros, de Melbourne até Cairns.

Os homens ainda não foram formalmente acusados. A polícia tenta recolher o máximo número de indícios.

“Isto foi uma tentativa séria, por parte dos cinco homens, que tiveram os passaportes cancelados quando tentavam sair da Austrália para seguir viagem de barco. Estamos também a investigar a intenção deles de puderem terminar na Síria a combater”, declarou Shane Patton, da polícia de Victoria State.

.AFPmedia</a> says the men arrested in <a href="https://twitter.com/hashtag/Cairns?src=hash">#Cairns</a> would have made it to Syria if they&#39;d managed to make it to Indonesia <a href="https://t.co/SWtKYZV04Y">https://t.co/SWtKYZV04Y</a></p>&mdash; ABC News 24 (ABCNews24) 11 mai 2016

A alegada rota dos suspeitos passava pela Indonésia e as Filipinas.

Entre os detidos está um pregador islâmico, de origem italiana, convertido ao islão aos 17 anos, referenciado pelas autoridades por fazer a defesa da luta ‘jihadista’ na Síria e no Iraque.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Local da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos pode mudar

Segurança nos estádios de futebol é reforçada após ameaça do Estado Islâmico

Polícia italiana detém alegado membro ativo do Estado Islâmico em Roma