Grupo de migrantes resgatado pelas autoridades italianas só integrava um sírio

Grupo de migrantes resgatado pelas autoridades italianas só integrava um sírio
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Mais de 300 migrantes e refugiados resgatados pela Guarda Costeira italiana chegaram esta sexta-feira à Sicília. Inicialmente, as autoridades

PUBLICIDADE

Mais de 300 migrantes e refugiados resgatados pela Guarda Costeira italiana chegaram esta sexta-feira à Sicília. Inicialmente, as autoridades pensaram que a maioria era síria, mas acabaram por verificar depois que afinal a maior parte vinha do Egito, da Somália e do Sudão. Segundo a Organização Internacional para as Migrações, havia apenas um sírio.

Este foi o primeiro grupo a chegar a Itália dos 800 migrantes resgatados quinta-feira, depois de um avião italiano ter detetado duas embarcações em dificuldades no Mar Mediterrâneo.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados confirmou que os barcos partiram do Egito e não da Líbia, que é eventualmente o ponto de partida que os traficantes de pessoas utilizam para transportar pessoas do norte de África para a Europa.

Durante o resgate, a Guarda Costeira italiana teve de transportar de helicóptero uma migrante grávida de nove meses para o hospital.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia alerta para quebra de acordo sobre migrantes se UE não cumprir promessas

Acordo UE-Turquia: Ao segundo dia, Grécia suspende deportação de migrantes ilegais

O país mais velho da Europa: o que está por detrás do problema do envelhecimento em Itália?