Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Jorge Lorenzo vence MotoGP em Itália e Kris Meeke o Rali de Portugal

Jorge Lorenzo vence MotoGP em Itália e Kris Meeke o Rali de Portugal
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Grande Prémio de motociclismo de Mugello, em Itália, e o Rali de Portugal estão em destaque na edição desta semana de Speed, o magazine de desporto motorizado na euronews. O espanhol Jorge Lorenzo e o norte-irlandês Kris Meeke são as estrelas do fim de semana.

MotoGP: Decisão por “photo finish”

A largar da “pole position” perante os compatriotas, nesta sexta prova do Mundial, Valentino Rossi parecia apostado em repetir, no circuito de Mugello, o triunfo alcançado há cerca de um mês, em Jerez, Espanha, e com ele reentrar na discussão do título.

O despique aceso com Lorenzo, desta feita, correu mal ao italiano. O motor da Yamaha partiu-se à 15.a volta e Valentino Rossi teve de abandonar uma corrida pela segunda vez esta época.

A vitória ficou, então, a pender entre o campeão e líder, Jorge Lorenzo, em Yamaha, e o compatriota Marc Marquez, em Honda. A liderança da corrida foi-se alternando e o triunfo acabou por ter de confirmar-se com recurso ao “photo finish”.

Com Andrea Iannoni a assumir a responsabilidade de colocar a Itália no pódio, não houve dúvidas: triunfo para Jorge Lorenzo; Marquez foi segundo.

O campeão chega aos 115 pontos, mais 10 que Marc Marquez e agora mais 37 que Valentino Rossi, o terceiro da tabela geral.

Moto2: Zarco vence, Oliveira soma 3 pontos

O piloto português Miguel Oliveira (Kalex) foi 13.º na corrida de Moto2, disputada no circuito de Mugello. Com uma interrupção à quinta volta, que obrigou a nova largada, Oliveira foi um dos pilotos a tirar proveito do facto, uma vez que rodava atrasado, e acabou por conquistar 3 pontos, depois de ter efetuado apenas a 21.ª marca nas qualificações.

“A corrida de hoje (domingo, 22 de maio) foi bastante atípica. No fundo foi uma corrida de ‘sprint’, muito diferente do que estava à espera. Já na primeira saída me tinha colocado bastante bem e, no final, depois de um fim de semana que me correu menos bem, terminar em 13º é muito positivo”, disse Oliveira.

A corrida foi ganha por Johann Zarco (Kalex), campeão do mundo em título. O francês foi mais forte na “luta” com o italiano Lorenzo Baldassari (Kalex) e com Sam Lowes (Kalex). Apesar deste terceiro lugar em Itália, o britânico recuperou a liderança do campeonato, com 98 pontos. Miguel Oliveira é 15.º, com 15 pontos.

Mugello, um circuito com história

O circuito de Mugello, em Itália, tem sido palco de espetaculares corridas. Esta semana, recuamos uma década para recordar um duelo histórico entre os então rivais italianos, Valentino Rossi e Loris Capirossi.

Quatro de junho de 2006. Na “pole position”, a Ducati do espanhol Sete Gibernau. Ao lado, a de Loris Capirossi. A Yamaha de Valentino Rossi largou da terceira posição, mas, como um “flash”, ultrapassou as duas Ducati logo à primeira curva.

O despique foi intenso. A alternância de líder, constante. Outros pilotos também se intrometeram, incluindo a Honda do então líder do mundial, o norte-americano Nicky Haiden. Mais atrás, Casey Stoner sofreu um aparatoso acidente, mas ficou bem. Saiu a passo da zona do despiste.

Na frente, a luta final foi entre Rossi e Capirossi. Valentino foi melhor e foi ele a fazer dançar a bandeira axadrezada. O triunfo permitiu a Rossi subir à quinta posição da geral.

Com o segundo lugar, Loris Capirossi igualava Nicky Hayden na liderança. No final da temporada, com um tal de Jorge Lorenzo campeão nos então 250cc, o vencedor em MotoGP foi Nicky Hayden.

Rali de Portugal: Meeke vence, Ogier mais líder

A temporada de rali segue prego a fundo. O francês Sebastien Ogier chegou à sexta prova do Mundial na liderança do Mundial de pilotos, com uma vantagem de quase 40 pontos. À entrada para o derradeiro dia do Rali de Portugal, o tricampeão mundial levava mais de 45 segundos de atraso para o líder, Kris Meeke.

Há dezasseis anos que um britânico não vencia no Rali de Portugal. O norte-irlandês, em Citröen, tinha esse peso nos ombros, mas não só. Líder da prova à entrada para este último dia de competição, Meeke conseguiu defender-se e sagrou-se campeão em Portugal, devolvendo o título ao Reino Unido.

Depois de já ter ganho o Rali da Argentina, no ano passado, o norte-irlandês conquistou em Portugal o segundo triunfo da carreira. Desde 2010 que um piloto não conseguia um segundo êxito no mundial de ralis. O último tinha sido Sebastien Ogier.

Na segunda posição deste Rali de Portugal, a quase 30 segundos, ficou o Volkswagen de Andreas Mikkelsen. O norueguês apresentou-se forte neste derradeiro dia e ultrapassou mesmo Sebastien Ogier. Mikkelsen conseguiu o terceiro pódio da temporada e garante estar na luta pelo título. Mas não será fácil.

O tricampeão pode ter deixado apanhar-se neste Rali de Portugal, mas Ogier mantém-se focado. O francês garante ter dado o máximo em Portugal e a verdade é que reforçou a liderança do Mundial, agora com Mikkelsen no segundo lugar, a mais de 60 pontos.