EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Em Istambul, ONU pede ação pelos refugiados

Em Istambul, ONU pede ação pelos refugiados
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters, AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ban Ki-moon organizou na cidade turca a primeira cimeira mundial sobre crises humanitárias.

PUBLICIDADE

É a primeira vez que as Nações Unidas acolhem uma cimeira mundial sobre as crises humanitárias. e o local não podia ser mais apropriado: Istambul, já que a Turquia acolhe uma grande parte os refugiados que fogem da Síria.

Conhecido pelo papel de James Bond, desta vez o ator Daniel Craig, ativista contra as minas antipessoais, não esteve ao serviço de sua Majestade, mas sim da humanidade.

Ban Ki-moon & Mrs. Ban catch up with UN</a> Global Advocate for <a href="https://twitter.com/hashtag/MineAction?src=hash">#MineAction</a> Daniel Craig at 1st <a href="https://twitter.com/WHSummit">WHSummit in Istanbul pic.twitter.com/7dZRBRYtYd

— UN Spokesperson (@UN_Spokesperson) May 23, 2016

Daniel Craig appeals for #MineAction activities to be integrated into humanitarian progammes #ShareHumanity#ERWpic.twitter.com/3JhijogLmg

— Brendan McDonald (@7piliers) May 23, 2016

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu metas precisas: “Peço que se comprometam a cortar para metade o número de deslocados internos, até 2030 e encontrar melhores soluções a longo prazo para os refugiados e deslocados”.

Na cimeira, participaram líderes ou delegados de 175 países, a quem Ban Ki-moon pediu apoio para a “Agenda para a Humanidade” que vai apresentar em setembro.

O cantor americano Michael Franti foi um dos artistas presentes: “A Turquia tem 2,7 milhões de refugiados a viver no país, a precisar de 10 mil milhões de dólares e tem apenas 450 milhões a chegar-lhe dos outros países. Por isso é importante percebermos como é crucial esta necessidade de ajuda humanitária”, disse.

“Desastres naturais, guerras, mudanças climáticas e seca. Todos esses fatores levaram à pior crise humanitária da história recente. Na cimeira de Istambul, os participantes trocaram opiniões, no sentido de encontrarem soluções e traçarem um roteiro para a ajuda humanitária”, concluiu o enviado especial da ONU à cimeira, Bora Bayraktar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo relatório alerta para a possibilidade de fome generalizada no norte da Faixa de Gaza

Cerca de 5 milhões em situação de insegurança alimentar no Haiti devido a violência

Israel lança ataque no hospital Al-Shifa e faz vários mortos