Migrantes: rede de falsificadores desmantelada na Grécia e na República Checa

Migrantes: rede de falsificadores desmantelada na Grécia e na República Checa
De  Rodrigo Barbosa com Europol
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma operação coordenada pela Europol resultou no desmantelamento de uma rede de falsificação de documentos e tráfico humano na República Checa e na…

PUBLICIDADE

Uma operação coordenada pela Europol resultou no desmantelamento de uma rede de falsificação de documentos e tráfico humano na República Checa e na Grécia.

Três pessoas foram detidas em território checo e outras 16 em solo grego. Foi também apreendida uma grande quantidade de documentos falsos – vistos, passaportes e bilhetes de identidade – destinados essencialmente a facilitar a entrada ilegal de migrantes na Europa.

Um porta-voz da polícia grega explicou que “a rede criminosa em causa juntava duas organizações que trabalhavam em coordenação, criando um labirinto para o transporte ilegal de migrantes, com recurso a documentos roubados e falsificados, para serem usado em voos. [A rede] operava há mais de dois anos”.

A operação contou com o apoio das autoridades de 19 países-membros da União Europeia e mesmo dos serviços de imigração dos Estados Unidos. Os documentos falsos, vendidos por quantias entre os 100 e os 3000 euros eram nomeadamente enviados para países em África, na Ásia e no Médio Oriente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

501 caixões e 200 sacos com cadáveres encontrados abandonados na Argentina

Desmantelado o maior grupo de "ransomware" do mundo

Ministério Público recebe comunicação da PSP sobre protesto no Capitólio