EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Crescem as tensões entre a NATO e a Rússia

Crescem as tensões entre a NATO e a Rússia
Direitos de autor 
De  Euronews com reuters, aptn
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As tensões entre a NATO e a Rússia não pararam de aumentar por causa da presença crescente da Aliança Atlântica na região do Báltico.

PUBLICIDADE

As tensões entre a NATO e a Rússia não pararam de aumentar por causa da presença crescente da Aliança Atlântica na região do Báltico.

Esta segunda-feira, chegou à Letónia uma caravana com 400 veículos militares dos Estados Unidos que vieram em marcha tática desde a Alemanha para mais exercícios da NATO na região.

#NATO tanks to arrive in Riga, #Latvia for Saber Strike drill
Read News <a href="https://t.co/vE2fv6PrQB">https://t.co/vE2fv6PrQB</a> <a href="https://t.co/WuD9qPqKhy">pic.twitter.com/WuD9qPqKhy</a></p>&mdash; 2020EU (2020EU) June 4, 2016

A demonstração de força parece não ter impressionado a população, pelo menos a avaliar pela reação de um habitante que, exprimindo-se em russo, realçou a necessidade de “vivermos em paz (…) não são necessários tanques para nada” e que se o receio é de uma invasão da Rússia é necessário recordar que “com um par de mísseis não restará nada dos estados do Báltico”.

June continues to be a busy (but exciting!) month, with exercises #Anakonda16, #BALTOPS & #SaberStrikepic.twitter.com/YknfwaHEAE

— US Mission to NATO (@USNATO) June 6, 2016

Os exercícios enquadram-se em manobras mais alargadas da NATO, que arrancaram também na vizinha Finlândia, o que provocou uma reação de desagrado do Kremlin. O ministro dos Negócios Estrangeiros alertou que irá “invocar o direito soberano da Rússia de assegurar a sua segurança com medidas adequadas aos riscos atuais”.

Serguei Lavrov não quis especificar que medidas Moscovo irá tomar. Mas, entretanto, a Rússia já arrancou com a construção de uma nova base do exército na região de Rostov, no sul do país, uma resposta aos planos da NATO de reforçar a sua presença na Polónia e nos estados do Báltico.

[VIDEO] Szczecin, #Poland – the multinational HQ is manned by more than 400 military personnel from over 20 nationshttps://t.co/Lr7e8IMlEf

— NATO (@NATO) June 6, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ameaças da Rússia preocupam flanco leste da NATO

Tribunal russo condena jornalista do Wall Street Journal a 16 anos de prisão por espionagem

Trump aceita nomeação para corrida presidencial e cita Orbán no discurso