Tensão entre Alemanha e Turquia aumenta

Tensão entre Alemanha e Turquia aumenta
De  Miguel Roque Dias com Reuters; EFE, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A tensão entre a Alemanha e a Turquia aumenta.

PUBLICIDADE

A tensão entre a Alemanha e a Turquia aumenta.

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan afirmou que os deputados alemães, de origem turca que votaram a favor da resolução, onde o Parlamento Alemão classifica de genocídio o massacre arménio, pelas forças otomanas em 1915, têm sangue impuro e que deve ser examinado em um laboratório.

Erdogan about the 11 German lawmakers of Turkish origin who approved the bill to recognise the Armenian Genocide. pic.twitter.com/yHCtPriOwR

— Turkey Untold (@TurkeyUntold) June 4, 2016

O presidente do Bundestag, Norbert Lammert, teceu duras críticas a Erdogan. “Nunca pensei que em pleno século XXI um presidente, democraticamente eleito, iria criticar legisladores democraticamente eleitos do Parlamento Federal alemão, com dúvidas sobre a sua ascendência turca e descrevendo o sangue deles como sendo contaminado”, afirmou.

As palavras de Norbert Lammert foram aplaudidas pela assembleia e também por Angela Merkel, o que colocou a chanceler alemã numa posição delicada.

Lammert acusou, ainda, Erdogan de “instigar”, indiretamente, as ameaças difundidas nas redes sociais aos deputados de origem turca.

Recep Tayyip Erdogan é um aliado crucial para Angela Merkel lidar com a crise migratória na Europa. A Turquia aceitou receber de volta migrantes que partem do seu território rumo à Grécia.

O governo de Ancara afirmou, já, que a resolução ameaça a amizade entre os dois países, mas não avançou se terá retaliações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turcos que vivem no estrangeiro já votam na segunda volta das presidenciais

Submarinos da NATO realizam exercícios de guerra no Mediterrâneo

Grécia mais acessível para os turistas turcos