Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Há bactérias capazes de sobreviver a uma viagem interplanetária"

"Há bactérias capazes de sobreviver a uma viagem interplanetária"
Tamanho do texto Aa Aa

Como garantir que a presença humana não vai contaminar Marte no âmbito das investigações científicas da missão ExoMars? Explicações de John Robert Brucato, astrobiólogo no Observatório Astrofísico de Arcetri, perto de Florença, e responsável pelomecanismo de proteção planetáriados sensores Dreams, que viajam a bordo da ExoMars.

“Os instrumentos da ExoMars, cujo objetivo é procurar sinais de vida, têm de ser esterilizados para evitar a contaminação de Marte com vida terrestre. Há na Terra bactérias muito resistentes, capazes de aguentar condições ambientais extremas e de sobreviver a uma viagem interplanetária”, diz-nos Brucato.

Segundo o cientista, “o método para esterilizar remotamente os instrumentos consiste em colocá-los a alta temperatura, a 120 graus, durante várias horas ou dias até. Assim, garantimos que não há presença biológica a bordo.”