EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Britânicos reagem à decisão de sair da União Europeia

Britânicos reagem à decisão de sair da União Europeia
Direitos de autor 
De  Euronews com euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As reações ao resultado do referendo britânico continuam a fazer-se sentir.

PUBLICIDADE

As reações ao resultado do referendo britânico continuam a fazer-se sentir. Nas ruas de Londres as opiniões dividem-se. O resultado não deixou ninguém indiferente.

A correspondente da euronews em Londres, Sarah Chappell recolheu algumas opiniões.

“Ok, há muito a fazer mas em geral acho que se trata de um resultado absolutamente fantástico. Tenho a certeza que nos vamos sair bem. Já aconteceu no passado e não vejo razões para não termos sucesso agora. É isto que torna a Grã-Bretanha num grande país”.

“Penso que é o apocalipse. Estamos condenados. Não faço ideia do que vai acontecer”.

“Estou devastada, essencialmente. Completamente arrasada. Não sei o que é que se vai passar, penso que temos que esperar para ver”.

“Este país existe há mais de dois mil anos, na maior parte com sucesso. Sair da União Europeia não vai criar problemas a longo prazo, talvez soframos os efeitos no curto prazo, tal como já vimos com a queda da libra face ao dólar e euro. Aparte disso não estou preocupado, é apenas incerteza”.

“Os britânicos acordaram hoje com a noção de que ocorreu um terramoto político”, afirma a corresponde da euronews em Londres, Sarah Chappell. “O Reino Unido votou em favor da saída da União Europeia. Nas palavras da campanha em prol da saída, o país decidiu retomar o controlo, uma decisão com implicações profundas para a política britânica, a economia e a União Europeia como um todo”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Batalha legal contra as "prisões" temporárias de requerentes de asilo em Inglaterra