Espanha: campanha encerra com alusões ao "Brexit"

Espanha: campanha encerra com alusões ao "Brexit"
De  Rodrigo Barbosa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A campanha para as legislativas antecipadas em Espanha encerrou esta sexta-feira com alusões ao “Brexit” no Reino Unido.

PUBLICIDADE

A campanha para as legislativas antecipadas em Espanha encerrou esta sexta-feira com alusões ao “Brexit” no Reino Unido.

O primeiro-ministro e líder do Partido Popular, Mariano Rajoy, assumiu-se como a garantia da “estabilidade institucional e económica”, em particular face ao partido anti-austeridade Podemos.

A formação nascida do movimento dos Indignados e liderada por Pablo Iglesias associou-se à Esquerda Unida numa coligação que pode fazer história, ao tornar-se domingo na segunda força política do país, se se confirmarem as sondagens. Acusado pelo PP de querer abandonar o euro, Iglesias atribuiu o “Brexit” às políticas da direita.

Já o líder socialista, Pedro Sánchez, lamentou a convocação do referendo no Reino Unido.

O PSOE poderá, no domingo, ser relegado para terceiro lugar pela primeira vez desde o fim da ditadura em Espanha.

Os liberais do partido Ciudadanos, dirigidos por Albert Rivera, encerraram campanha em Madrid, com os olhos postos na possibilidade de serem um elemento-chave na formação de uma futura coligação, já que nenhum dos grandes partidos deverá obter uma maioria.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vinícius Júnior, jogador do Real Madrid, não conseguiu conter as lágrimas ao falar de racismo

Tribunal suspende bloqueio do Telegram em Espanha