A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

13 pessoas detidas em Istambul depois do atentado no aeroporto Atatürk

13 pessoas detidas em Istambul depois do atentado no aeroporto Atatürk
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia turca fez buscas a células suspeitas do Daesh em vários locais de Istambul e na cidade costeira de Izmir esta quinta feira.

13 pessoas foram detidas em Istambul destas, 3 são estrangeiras, em relação directa com o atentado, declarou fonte oficial turca.

Forças especiais de contra terrorismo turcas detiveram também, em Izmir, a mais de 400 km de Istambul, 9 suspeitos de contacto com membros do Daesh na Síria, acusados de financiar, recrutar e providenciar logística ao grupo radical sunita.

É a reação da Turquia, dois dias depois do triplo ataque suicida que matou 42 pessoas e feriu mais de 230 no aeroporto Atartuk de Istambul, o terceiro mais movimentado da Europa.

A Turquia integra uma coligação militar liderada pelos Estados Unidos contra o auto proclamado Estado Islâmico, que se estabeleceu em franjas territoriais iraquianas e sírias e declarou guerra a todos os que não aceitem o radicalismo do Islão sunita, sejam muçulmanos ou não.

A organização já reivindicou ataques bombistas e com armas anteriormente, como os de “Paris“http://pt.euronews.com/2015/11/14/paris-as-horas-do-pesadelo/ e de Bruxelas.