EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Aceitam-se apostas: há 5 candidatos à liderança do Partido Conservador

Aceitam-se apostas: há 5 candidatos à liderança do Partido Conservador
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois do inesperado anúncio de Boris Johnson de se manter fora da corrida à liderança do partido conservador, os ingleses ajustaram as apostas já feitas.

PUBLICIDADE

Depois do inesperado anúncio de Boris Johnson de se manter fora da corrida à liderança do partido conservador, os ingleses ajustaram as apostas já feitas.

LIVE BETTING prices: The Conservative Leadership Race https://t.co/5RG1rKUBLl

— Mike Smithson (@MSmithsonPB) June 25, 2016

A ministra do Interior, Theresa May, ganhou um favoritismo destacado.

Mesmo tendo apoiado de modo contido a permanência do Reino Unido na União Europeia, May afirma-se disposta ao futuro do resultado escolhido: “Brexit significa Brexit. A campanha foi feita, a votação foi muito participada e o público deu o seu veredicto. Não pode haver tentativas para permanecer na União Europeia, nem tentativas para nos reintegrarmos pela porta das traseiras nem segundo referendo. E não deve haver a decisão de se invocar o artigo 50 (do Tratado de Lisboa) antes de a estratégia de negociação britânica estar acertada e clara.”

My ‘one-nation #Conservative’ pitch for leadership#May4PMhttps://t.co/KgKviheToI

— Theresa May (@TheresaMay_MP) June 30, 2016

Michael Gove, actual ministro da Justiça, também anunciou hoje a sua candidatura, desferindo um rude golpe político em Boris Johnson, ao lado de quem se bateu pelo“não” à união europeia. Gove anunciou a candidatura, disse, por ter concluído que Johnson não estaria à altura da tarefa que o Reino Unido tem pela frente. Gove tem, para já, uma cotação de 9 para 4.

Os outros candidatos à liderança tory são Andrea Leadsome, ministra da Energia e uma voz destacada pelo “não” à União Europeia. Mas as hipóteses já são de oito para um nas apostas no nome dela e quanto aos outros dois candidatos, Stephen Crabb, secretário de Estado do Trabalho e das Pensões, fixa-se na cotação de 22 para 1, com acusações de homofobia à mistura, e Liam Fox, ex ministro da Defesa, tem uma difícil proporção de 1 hipótese em 100.

Só pode haver dois candidatos à liderança do partido pelo que, na próxima terça feira, começa a votação partidária para encontrar os dois nomes que se enfrentarão até a liderança ser decidida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reino Unido: está lançada a corrida pela sucessão a David Cameron

Boris Johnson diz não poder ser candidato à liderança conservadora britânica

"Brexit significa Brexit", ministra do Interior britânica na corrida a chefe do executivo