EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

"Brexit significa Brexit", ministra do Interior britânica na corrida a chefe do executivo

"Brexit significa Brexit", ministra do Interior britânica na corrida a chefe do executivo
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Theresa May, a atual ministra do Interior britânica, apresentou a sua candidatura à liderança dos conservadores e, consecutivamente, a Primeira-ministra do Reino…

PUBLICIDADE

Theresa May, a atual ministra do Interior britânica, apresentou a sua candidatura à liderança dos conservadores e, consecutivamente, a Primeira-ministra do Reino Unido.

May, que apoiou discretamente a permanência do país na União Europeia, fez questão de frisar que a decisão dos britânicos está tomada e que agora há que fazer a melhor negociação possível, mas que é preciso tempo:

“Brexit significa Brexit. A campanha foi travada, a votação realizada, a participação foi elevada e o público deu o seu veredicto.

Não deve haver legislativas até 2020. Tudo deverá decorrer normalmente, no seu tempo, sem qualquer tipo de orçamento de emergência. E o artigo 50 não deve ser invocado até que a estratégia britânica esteja acordada e seja clara, o que significa que o artigo 50 não deve ser invocado antes do final deste ano”, afirmou May.

Theresa May, de 59 anos, foi nomeada ministra do Interior em 2010, por David Cameron. Encetou batalhas, segundo a própria, duras, mas conseguiu manter-se no cargo depois da reeleição do primeiro-ministro em 2015.

Today I launch my campaign to be our next PM. Please read & share my vision of a country that works for everyone: https://t.co/TqTTz0hlIz TM

— Theresa May (@TheresaMay2016) 30 de junio de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Stonehenge intacto após ato de vandalismo de ativistas pelo clima

Pelo menos 85 migrantes resgatados no Canal da Mancha perto de Dover

Nigel Farage ultrapassou pela primeira vez partido do primeiro-ministro Rishi Sunak